Santuário Santa Edwiges

Estrada das Lágrimas, 910 - Sacamã - São Paulo, SP

(11) 2274 2853

Semana de Espiritualidade

Nos dias 10 a 14 de julho, tivemos no Santuário Santa Edwiges, a Semana de Espiritualidade. Nesses dias, recebemos a presença de grandes palestrantes em nossa paróquia, para que pudéssemos conhecer mais sobre assuntos de grande importância.

1º DIA – Espiritualidade Josefina

Na primeira noite, contamos com a presença do Pe. Antonio Ramos de Moura Neto, OSJ Provincial dos Oblatos de São José que nos trouxe o tema: “Espiritualidade Josefina e 100 anos dos Oblatos no Brasil.” A Congregação  masculina, fundada por São José Marello (na época com 34 anos de idade), no dia 4 de março de 1878, em Asti na Itália, procurava operar a evangelização e a educação cristã da juventude. Quando Marello idealizou a  Congregação em sua mente, ele queria que seguindo o desejo profundo de seu coração, ela fosse promotora dos interesses de Jesus a exemplo de São José,  que foi um homem humilde e simples.

Á pedido do Papa Bento XV,  que enxergava  no Brasil um povo cristão abandonado, pediu para que o Superior Geral da Congregação realizasse uma missão no país. Assim também a Providência mostrava a necessidade da vinda dos Oblatos.

Durante os primeiros anos no Brasil, os sacerdotes e irmãos realizaram seus trabalhos árduos com muito amor pelo próximo a exemplo de Jesus Cristo, sempre deixando transparecer o seu carisma. Atuaram assim no litoral paranaense, Curitiba, colônias italianas, Umbará- PR, Teixeira Soares-PR, Rio Capinzal – SC e Botucatu-SP.

Após tanto trabalho, surgiram os frutos que os Josefinos colhem até hoje como: jovens mais preparados para acolher e fazer crescer o Reino de Deus, o cuidado com a evangelização, catequese e surgimento de novas vocações em meio às comunidades.

2º DIA – Vida Cristã

Foi de grande alegria acolher em nossa comunidade o Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo que falou sobre o tema: Vida Cristã.

Como é importante a iniciação da nossa vida cristã através do batismo! Neste sacramento a voz de Deus fala a cada um: “Tu és o meu Filho amado; em ti encontro meu agrado”. Ser batizado significa mergulhar na vida de Nosso Senhor e ficar marcado com a sua graça. A vida no batismo é como uma semente, ela deve ser cuidada para que possa se tornar aos poucos cada vez mais  capacitada de ser repartida entre os irmãos.

Temos que lembrar que, viver a vida cristã é nada mais, nada menos que se esvaziar de si mesmo, e encher-se de Deus aceitando os seus planos e estando disposto a viver o Reino do Senhor junto à Cristo, não se deixando levar pelo modismo a nossa volta e sem achar que o melhor caminho é aquele que traçamos passando por cima daquilo que achamos ser o certo a fazer para simplesmente nos sentirmos bem consigo mesmo.  Por isso, renovar o nosso compromisso assumido no batismo, é ter a consciência de que renunciar ao que nos afasta de Deus é importantíssimo para que a nossa vida seja de total dedicação ao Criador para que sejamos bons filhos, agradando ele em nossa vocação que pode ser: Sacerdotal, matrimonial, religiosa e laical.  Todos somos vocacionados à santidade, e fora desse caminho não temos como viver bem qualquer que seja a nossa vocação pessoal.

3º DIA – Família Orante

Com a presença do Bispo de Osasco, Dom João Bosco presidente da Comissão Vida e Família- CNBB, a terceira noite de palestra contou com o tema: Família Orante.

A família que reza unida permanece unida! Em tempos tão difíceis para famílias do mundo inteiro, manter-se em oração, conectados em Cristo é essencial para enfrentarmos as dificuldades do nosso tempo.

Olhando para a família de Nazaré, que é um modelo e exemplo de santidade, cada família pode se espelhar em um deles. Observando com amor e paciência a humildade dessa família, que deu seu Sim para que pudessem ser realizados os planos do Senhor na vida de cada um de nós.

Seguindo a Virgem Maria que aceitou os planos do Nosso Senhor possamos dizer com fé e confiança: “Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra”. Nossa Senhora nos ensina a dizer o Sim e aceitar os planos do Senhor, mostrando assim um grande exemplo de amor.

Santo José também nos trás a importância do dizer o sim e do aceitar os planos do Senhor. José é um homem especial, esposo de Maria nos momentos felizes e infelizes, Pai de Jesus perante a lei, homem justo e humilde.

 

4º DIA – Ano Mariano Nacional

Pe. João Paulo Risek da Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Vila Arapuá, nos trouxe com muita animação o tema: Ano Mariano Nacional.

Viva a mãe de Deus e nossa! Falar de Maria é simplesmente extraordinário, cada vez que voltamos às passagens bíblicas e relembramos de suas aparições em diversos países, nos trás a alegria de estar dispostos e dispostas a viver o sim!

É de grande alegria para os brasileiros ter a presença da Mãe Rainha e Padroeira do Brasil que foi encontrada no ano de 1717, tirada das águas do Rio Paraíba do Sul, nas redes dos três pescadores que moravam naquela região: Domingos Garcia, João Alves e Felipe Pedroso.

Com oração, momentos de escuta, partilha da Palavra de Deus e dentre outras formas que cada fiel agradece por graças alcançadas com a ajuda da nossa Mãe, nossa sempre Virgem Maria.

Confira as fotos na Galeria

Fernanda Mesquita

X