Santuário Santa Edwiges

Estrada das Lágrimas, 910 - Sacamã - São Paulo, SP

(11) 2274 2853

52º ano da Paróquia Santa Edwiges

Neste domingo, 22 de abril, a Paróquia Sta Edwiges irá comemorar 52 anos de existência. Haverá uma missa solene às 18h30 e após a celebração a comunidade paroquial irá fazer uma confraternização.

Traga um prato de salgado para partilhar. Esperamos por você!

 

Conheça um pouco da nossa história:

Histórico da Paróquia Santuário Santa Edwiges.

A Comunidade/ Associação.

Em 1923/24 em São Paulo nasce a Associação Beneficente de Santa Edwiges, e junto com ela a doação de um terreno para a construção de uma Capela em honra da Santa. Esta foi a luta e corrida da primeira diretoria desta associação na Capital Paulistana e em 1926 foi lançada a pedra fundamental da primeira construção. Não tendo documentos dos anos anteriores em 1953, surge a Sociedade Católica de Santa Edwiges, com as festas, quermesses e eventos angariando fundos para a construção da Capela. Nesta época só restava documentos do terreno no cartório da capital, pois os que se guardavam nela se tornaram cinzas, após o incêndio ocorrido neste período. Em março de 1955 foi lançada a pedra fundamental. No ano1957 acapela passou a pertencer a paróquia de São João Clímaco, cujo Vigário (pároco) era o Pe Walter Morais que vinha até a capela para dirigir desta às reuniões.

A Criação da Paróquia.

Por Decreto do Arcebispo Carlos Carmelo de Vasconcellos Cardeal Motta, em 21 de abril de 1960 foi criada a Paróquia de Santa Edwiges a qual tem como divisas as paróquias de Nossa Senhora Aparecida do Ipiranga, Paróquia São Vicente de Paulo do Moinho Velho, Paróquia São João Clímaco, Diocese de Santo André e a Paróquia Santo Antonio de Vila Carioca. Este decreto deu a Igreja de Santa Edwiges todos os privilégios de uma Igreja paroquial, tendo consigo os livros diversos das anotações, pia batismal e administração própria em sua sede.

O primeiro Vigário paroquial tomou posse com a presença do Vigário Geral da Arquidiocese Bispo Auxiliar do Cardeal Motta, sendo conferidos a este todos os ritos de posse prescritos, o que fez posteriormente as publicações diversas dos diversos horários de atendimentos e missas da nova paróquia.

A presença dos Oblatos de São José.

No dia 14 de setembro de 1973, assume como Vigário paroquial (pároco) o Pe João Batista Cerutti, e com ele a Congregação dos Oblatos de São José fazem presença no Santuário. Com a presença Oblata nesta comunidade se deu a expansão da devoção de Santa Edwiges, com a ampliação dos serviços e atendimento aos romeiros que acorrem ao Santuário, e em 1983 começou-se a construção da Igreja nova, a qual hoje está em funcionamento ocupando toda a extensão de espaços que possui para o melhor atendimento dos fieis desta Igreja Santuário.

A Elevação a Santuário e Consagração.

Em 18 de abril de 1997, Sua Exma. Revma. Dom Paulo Evaristo Cardeal Arns, elevou a Igreja a Santuário e no dia 06 de dezembro de 1998, Dom Antonio Celso de Queiróz, Bispo Auxiliar da Região Episcopal Ipiranga proferiu a Consagração da Igreja. Em 1999 foi edificada a construção da Capela da reconciliação, que contou com a presença de Dom Claudio Cardeal Hummes, onde foi aberta a sala das confissões e sala das promessas. No ano2000 aIgreja foi indicada para as peregrinações do ano Santo da Redenção recebendo as insígnias dos 500 anos de Evangelização da América.

Texto: Pe Paulo Siebeneichler, OSJ – Pároco e Reitor

X