Liturgia diária
Evangelho: Confira as leituras da Liturgia da Palavra e a reflexão do dia
Santo: Conheça a história de fé do Santo celebrado pela Igreja

Para refletir: “Como escolhidos de Deus, santos e amados, vistam-se com sentimentos de compaixão, bondade, humildade, mandsidão e paciência” São Paulo
Jornal
Galeria de Fotos
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
Artigos › 08/08/2018

Qual sua luta diária?

Nós precisamos de paz em nossa alma, mas, para isso, precisamos lutar constantemente. Qual a sua luta diária para que isso aconteça?

Cuidado com o seu interior e com a sua impureza, pois o falso testemunho, a mentira, a invenção e a calúnia acabam com a vida das pessoas. Por isso, temos de ter essa visão espiritual. A nossa alma é de Deus e nós somos imagem e semelhança d’Ele. Se o nosso coração estiver sem paz, seremos contaminadores do pecado, e não do bem.

Hoje, é tão difícil acreditar nas pessoas! Por isso, precisamos ver as qualidades delas, não os pecados. O pecado nos leva a uma cegueira espiritual que mata e tira a nossa tranquilidade. A Palavra nos traz paz interior.

Mesmos nós, que somos de Jesus e vivemos em constante guerra, lutando, diariamente, contra os nossos pecados, precisamos ver sempre as qualidades, pois quanto mais as vemos, mais força temos para superar nosso pecados.

A fé em Cristo venceu, definitivamente, e nos deu uma palavra de ordem: luta. Então, não sejamos pessimistas. Há pessoas que têm condições de viver, em seu exterior, uma verdadeira liberdade em Cristo.

Por que Deus fala tanto em amor? Porque esse sentimento é sólido e, quando amamos, não traímos e damos a vida pelos outros. Como é gostoso amar! A pessoa que ama fica em paz e tranquila.

Somos pitadas, no mundo inteiro, de sal, luz e fermento para alegrar o coração do Pai. Se quiser estar tranquilo, alegre o coração de Deus. Esse é o verdadeiro testemunho, o verdadeiro amor.

Perderemos para a morte, mas acredito na ressurreição; acredito que tudo será mudado. Então, somos justificados pela fé, para que não caiamos na tentação de culpar Deus pelas coisas ruins que nos acontecem. Não entre no comodismo; renuncie às tentações.O Senhor o abençoe!

Por Wellington Jardim (Eto) – Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da FJPII (Via Canção Nova

Compartilhe e evangelize: