Liturgia diária
Evangelho: Nossa Senhora de Guadalupe . Festa
Santo: Nossa Senhora de Guadalupe – Padroeira de toda a América

Para refletir: “Combata o bom combate da fé, conquiste a vida eterna, para a qual você foi chamado..” São Paulo
Jornal
Galeria de Fotos
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr

Pontifícia Obra da Infância Missionária

Todos nós sabemos o que é infância. É a primeira etapa da vida de todas as pessoas. A criança é o grande tesouro que Deus confiou à humanidade porque é uma vida a ser desenvolvida. É sempre o símbolo vivo de uma nova criação.

É na infância que se firmam as bases para uma juventude e vida adulta saudáveis. As necessidades do crescimento da vida em Deus e da vocação cristã missionária estão intimamente entrelaçadas com o desenvolvimento físico, afetivo, intelectual e social da personalidade da criança.

Quando falamos em missionária, estamos nos referindo à pessoas convidadas, chamadas e enviadas, assim como Abraão, Moisés, Jeremias, Isaías, Maria, Pedro, Paulo e tantos outros.

Da mesma forma, as crianças também são convidadas a serem missionárias exercendo assim importantes atividades em prol do Reino de Deus.

No ano de 1843 um bispo francês: Dom Carlos Forbin Janson, que desde sua infância nutria o desejo de ser missionário, fundou a Pontifícia Obra da Infância Missionária.

A idéia surgiu ao sentir o drama da miséria em que viviam as crianças do Oriente, sobretudo da China. Sendo assim, convocou as crianças para socorrer as próprias crianças. A partir deste fato foi organizada então a Infância Missionária. “Criança Evangelizando Criança”.

Hoje a Infância Missionária é uma Obra Pontifícia e está espalhada no mundo inteiro seguindo dez compromissos básicos a saber:

  • Tornar Jesus conhecido e amado;
  • Colocar-se à disposição de todos com alegria;
  • Repartir seus bens com os que não têm, mesmo à custa de sacrifício;
  • Rezar todos os dias pelas crianças e adolescentes do mundo inteiro;
  • Louvar e agradecer a Deus pelos dons recebidos;
  • Manter-se bem informado sobre os acontecimentos que envolvem as pessoas de todos os continentes;
  • Reconhecer o que é bom da vida e da cultura dos outros povos, respeitando-os e valorizando-os;
  • Ser bem comportados e responsáveis em casa, na escola, na comunidade, evangelizando com o exemplo da própria vida;
  • Nunca desanimar diante das dificuldades;
  • Tornar Nossa Senhora, a mãe de todos os povos, conhecida e amada.

 

A Pontifícia Obra da Infância Missionária é importante porque tem por finalidade desenvolver o espírito de fé, missão, oração e solidariedade. Também atua na dimensão humana no campo social e cultural.

Outra coisa importante a ser observada é o exemplo de vida dos santos padroeiros das missões, Santa Teresinha do Menino Jesus e São Francisco Xavier.

No Brasil a Infância Missionária chegou em 1858. Após um bom acolhimento, houve um período difícil, voltando a se reorganizar em 1955. O Encontro Latino-Americano da IM, realizado na Colômbia no ano de 1993, foi fundamental para reanimar a obra em nosso país e hoje a maioria das dioceses brasileiras possuem a Infância Missionária.

 

Em nosso Santuário esta importante Obra teve seu início em 1999, com a assessoria do Pe. Paulo Siebeneichler, na época Frei Paulo junto ao Sr. Luis Carlos Rufo e a Sra. Cleuza Maia (atualmente ministros da Eucaristia). Alguns jovens e Adolescentes que hoje estão engajados nos grupos atuaram na Infância missionária.

Hoje são em torno de 40 crianças participando ativamente do grupo. São coordenadas e animadas por 10 adolescentes.

O grupo se reúne todos os sábados às 14h30 no Salão Pastoral Padre Segundo e todas as crianças são convidadas a participar. Estes encontros são assim organizados com temas de reflexão, oração e atividades recreativas:

1º Sábado – “Realidade Missionária;

2º Sábado – “Espiritualidade”;

3º Sábado – “Compromisso Missionário”;

4º Sábado – “Vida de Grupo”.

O grupo também se compromete a animar liturgias dominicais do Santuário e a realizar muitas outras atividades lúdicas próprias para as crianças.

Diácono Marcelo Ocanha

Compartilhe e evangelize:

Conheça outras pastorais e movimentos de nossa comunidade: