Liturgia diária
Evangelho: Nossa Senhora de Guadalupe . Festa
Santo: Nossa Senhora de Guadalupe – Padroeira de toda a América

Para refletir: “Que o Menino-Jesus seja a estrela-guia que o orienta ao longo do deserto da vida presente!” Padre Pio
Jornal
Galeria de Fotos
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr

Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão

A palavra ministério deriva do latim – ministerium – e significa ofício próprio dos servos, função servil ou simplesmente serviço. Uma espécie de prestação de serviço a indivíduos e grupos, por parte de alguém que o faz de modo espontâneo e organizado.

Um ministério na igreja constitui um serviço com características comunitárias e a cada pessoa, Deus confere dons para que possa colocá-los a serviço da comunidade (cf. Rm 12, 4-5)

Todo ministério eclesial tem o seu fundamento e o seu sentido no ministério de Cristo, Verbo de Deus feito carne (cf. Jo 1,14) cabeça do Corpo que é a Igreja (cf. Ef 4,15) que assumiu a condição de servo (cf. Fl 2,6-7) e lavou os pés dos discípulos (cf. Jo 13,3). Ele veio não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida (cf. MT 20, 28).

O Concílio Vaticano II retoma a dimensão de serviço como vocação de todo o povo de Deus. Somente a partir desta visão é possível, novamente, criar espaço para outros ministérios permanentes na Igreja.

São muitos os tipos de Ministérios. Os Ministros Extraordinários da Eucaristia fazem parte dos MINISTÉRIOS DOS SACRAMENTOS, por cuidarem justamente e diretamente do Sacramento da Eucaristia.

É dever de cada Ministro buscar instrução, bem como de seu Pároco e Assessores oferecer o aprimoramento espiritual dentro das seguintes normas:

– Estudo e pesquisa dos documentos da Igreja;

– Retiros em grupo;

– Reciclagem por meio de cursos,  conferências,  seminários  e congressos  promovidos em âmbito regional ou paróquia;

– Permanente atualização a nível teológico e pastoral à luz da Eucaristia, buscando a própria santificação e dos outros;

Cada Ministro, por ser perante o mundo, testemunho da ressurreição e da vida do Senhor Jesus, e sinal do Deus vivo. É seu dever aprimorar-se na oração, praticar a penitência, conhecer os documentos da Igreja e viver a doutrina cristã.

Sua missão junto á comunidade se dá principalmente no exercício das seguintes atividades:

– Cooperar diretamente com o pároco na Pastoral Eucarística;

–  Levar a Sagrada Comunhão aos enfermos e idosos e aos impossibilitados de irem à Igreja;

–  Auxiliar o pároco na Celebração Eucarística e na Liturgia da Palavra;

–  Agir sempre em comunhão com o pároco e sob a orientação da hierarquia da Igreja Particular da diocese a que pertence;

– Ministrar a Sagrada Comunhão a si e aos outros fiéis, quando necessário, durante a Santa Missa;

– Presidir o culto eucarístico na ausência do sacerdote.

Para ser um Ministro é preciso antes de tudo, ser católico, ter vocação e possuir aptidão par os serviços da  Igreja, possuir comprovada idoneidade moral, saúde  mental e equilíbrio emocional.

É necessário que cada candidato tenha vida cristã autentica e disponibilidade para a Igreja; seja indicado pela comunidade com encaminhamento do pároco; comprometa-se com a linha de pastoral da arquidiocese, assumindo os desafios de sua região pastoral.

Quando casado, viver em harmonia com o sacramento do matrimonio e contar com a aceitação do cônjuge e dos filhos. Exercer atividades profissionais compatíveis com os compromissos do Batismo e da Crisma.

Não praticar maus hábitos.

Dados disponíveis no livro “Orientações para Ministros Extraordinários da Comunhão de Valter M. Goedert e no site http://www.senhorbomjesus.org.br/ministros_da_eucaristia.htm


No Santuário Santa Edwiges os Ministros Extraordinários da Eucaristia atuam em todas as celebrações eucarísticas da paróquia seja nas missas semanais ou dominicais, bem como, nos grandes eventos. Procuram atender ao Lar Sagrada Família (Asilo da Comunidade que abriga quinze Senhoras), aos domingos. Nestas ocasiões, se prega a palavra de Deus e ministra-se a eucaristia às pessoas que lá residem ou trabalham.

Alguns dos Ministros levam a eucaristia a pessoas enfermas onde também prega-se a palavra, outros estão preparados para fazer exéquias quando necessário. Todas as quintas-feiras é realizada a adoração ao Santíssimo Sacramento muito bem conduzida pela Ministra Arlete.

O número de Ministros e Ministras hoje é de 37, isso inclui adultos, anciãos e alguns jovens. Sempre pela época da quaresma participam de um retiro espiritual para o abastecimento e para começar bem o ano e muitos também atuam em outras pastorais como canto, palavra, fraternidade, batismo, RCC e outras mais.

As reuniões acontecem sempre no 3º sábado do mês a partir das 17h30, e o Assessor Religioso é o Padre Bennelson Barbosa.

A história deste Ministério na paróquia Santa Edwiges remonta a atuação do Padre Segundo. Em 1980 ele contava com apenas um Ministro para cuidar dos enfermos, este ministro era o Sr. Manoel Granadeiro. Mais tarde o Pe. Dedino ampliou para três ministros para auxiliá-lo no altar (Sras. Norma, Oracília  e o Sr. Sotero).

Com o Pe. Miguel em 1999 muitos ministros foram consagrados, entre eles estavam alguns que atuam até hoje como: Augusta, Francisco (Françoá), Silvete, Célia, Cleuza, Jaime, Angélica, Nicoli, Jorge, Alzira, Mariza, Fausto e Leila.

Rezemos constantemente pelo aumento constante das vocações e ministérios para o bem da comunidade e de todo o povo de Deus, principalmente pela perseverança de cada um de nossos ministros. Que Deus por intercessão de Santa Edwiges e São José abençoe a todos e todas.

Nosso muito obrigado pelo SIM de cada um e pela dedicação pela obra do Senhor nesta Paróquia-Santuário.

Frei Marcelo Ocanha

Compartilhe e evangelize:

Conheça outras pastorais e movimentos de nossa comunidade: