Liturgia diária
Evangelho: Nossa Senhora de Guadalupe . Festa
Santo: Nossa Senhora de Guadalupe – Padroeira de toda a América

Para refletir: “Não encontro mais prazer no alimento corruptível nem nos gozos desta vida, o que desejo é o pão de Deus, este pão que é a carne de Cristo e, por bebida, quero seu sangue, que é o amor incorruptível”. Santo Inácio de Antioquia
Jornal
Galeria de Fotos
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr

II Liga Marelliana

O torneio intitulado “Liga Marelliana” surgiu como projeto em comemoração ao Dia do Jovem Josefino e, este ano aconteceu nas dependências da Paróquia Bom Jesus do Portão e do Colégio Bagozzi nos dias 12 e 13 de setembro. Curitiba foi aquecida pelo calor juvenil das diversas cidades presentes (Londrina, Apucarana, São Paulo, Ourinhos, Três Barras do Paraná, Cascavel e Curitiba) no torneio mais esperado pelos nossos jovens josefinos. Participaram desta edição mais 750 jovens diretamente sem falar das pessoas envolvidas no trabalho e na participação dos jovens, principalmente no domingo quando ocorreram as finais dos jogos.

Os jovens de Curitiba falavam durante a preparação que o leite iria ferver em Curitiba, dito e feito. Foi uma experiência de Deus ver tantos jovens e adolescentes reunidos para celebrar o carisma oblato, agradecendo a Deus por São José Marello pela fundação da Congregação.

A missa de início foi um marco. Neste momento percebemos o tanto que a juventude gosta da presença dos oblatos. Na apresentação dos religiosos e religiosas, percebemos o carinho e o respeito por esses homens e mulheres que se colocaram a caminho com os jovens no seguimento de Jesus Cristo. Não podemos esquecer que a missa foi celebrada em honra a N.Sra da Dores, padroeira das vocações e da juventude oblata. Pe. Ailton, Provincial dos Oblatos de São José no Brasil, presidiu a celebração e convidou a juventude a participar com compaixão dos sofrimentos de Jesus assim como fez Maria aos pés da cruz e da vida.

Ao término da missa, a juventude Josefina saiu em marca acompanhada pela guarda municipal de Curitiba rumo ao Ginásio de Esporte do Bagozzi para abertura oficial. Durante a caminhada, muitos moradores das casas abriram suas portas e janelas para conferir a alegria dos jovens. Aqui percebemos como é profunda a presença dos jovens. Eles realmente transmitem uma luz que contagiam.

No ginásio houve a cerimônia de abertura preparada pela juventude da Paróquia do Portão de Curitiba e do Santuário de Santa Edwiges de São Paulo. Teve entrada das bandeiras dos times, torcidas e a tocha olímpica trazida por dois jovens. Para iniciar os jogos foram convidados professores do colégio Bagozzi e alguns religiosos que jogaram proporcionando a alegria e descontração da juventude.

Pela tarde, os jogos aconteceram dentro das dependências do colégio Bagozzi que montou uma boa estrutura para acolher os jovens atletas. A noite houve uma grande confraternização reunindo os diversos talentos da juventude Josefina que cantou e encantou. No domingo cedo houve os jogos finais e pela tarde o encerramento da II Liga Marelliana.

Quero agradecer a todos pelo empenho e dedicação, principalmente aos nossos assessores religiosos e leigos, bem como os leigos da Paróquia do Portão e os colaboradores do Colégio Bagozzi que demonstraram muito empenho e profissionalismo ao servir a juventude. Eu não tenho palavras para agradecer pelo belo trabalho desenvolvido na hospedagem (pela equipe de acolhida), pela equipe de alimentação e estrutura do evento.

Agradecer também o apoio da Pastoral Missionária que sempre vem nos apoiando e ajudando materialmente e também com a presença. Agradeço a todas nossas paróquias que ajudaram na arrecadação de alimentos, aos nossos padres em Curitiba: Pe. Antonio Neto, pároco da Paróquia do Portão, pela disposição, envolvimento e empenho. Pe. Joãozinho pela abertura do Colégio Bagozzi juntamente com todos os seus colaboradores. Pe. José Neto e toda sua equipe de pastoral educacional que sem duvida foi à grande força para movimentar a II Liga Marelliana.

Eu não posso esquecer a equipe do Centro Juvenil Vocacional na pessoa do Frei Creone e do Jovem Voluntário Hugo que conduziram muito bem a parte da secretaria do evento. Que Deus abençoe a todos!  Agora esperamos a terceira edição que será em 2017 na cidade de Apucarana.

 

12002247_1132683920094420_859846299002836834_n

 

Participantes da II Liga Marellina

 

Grupo Cidade
ADUC Ourinhos
Gajoc São Paulo
União Jovem/ Adini São Paulo
GJJ Três Barras
Adoper/Jovens Cascavel
Ajunai São Paulo
Crisma São Paulo
Emanuel São Paulo
Aguardem Londrina
Eminus Londrina
Pjs Apucarana
Fátima Apucarana
Os leite quente Curitiba
Os renegados Ourinhos
Centro Juvenil Londrina
Bagozzi Curitiba
Luz das nações Apucarana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Pe. Bennelson da Silva Barbosa – OSJ

Animador da Pastoral Juvenil da Província Brasileira

Compartilhe e evangelize: