Dificuldades com o esposo e morte do Filho Henrique 2º

O marido de Edwiges, Duque Henrique I, chamado “o barbudo”, faleceu em seu Castelo de Krosno no dia 19 de Março de 1238 e foi sepultado na Abadia de Trzebnica que ele mesmo havia fundado pela influência e dedicação de sua santa esposa. Ela mesma, que antes viajava muito com seu marido, depois da morte deste passou a residir no Convento.

Participava da vida da Abadia mas nunca tomou o hábito de religiosa. Não era, portanto, irmã ou monja, mas vivia como uma. Uma biografia sua diz assim: “Havia nela um amor puro que a forçava a ingressar no convento das monjas cistercienses. Tal gesto não lhe seria difícil já que não ela não era apegada às coisas terrenas. Gostava muito era da simplicidade e da pureza de alma das irmãs que lá moravam. Assim, ela era feliz nos anos que viveu naquele convento. Aliás, ela seguia com maior rigor do que as monjas o que prescreviam as regram religiosas e apesar disto não professou os votos. E o motivo deve ter sido que, se entrasse na Ordem Cisterciense, ela deveria desfazer-se de todos os seus bens — e era com eles que Edwiges socorria os pobres, auxiliava os necessitados e até libertava prisioneiros”.

Depois da morte de seu marido a Duquesa teve momentos de tristeza em função das divergências que ele tivera em relação às autoridades da Igreja. Ao morrer Henrique I, “o barbudo”, estava excomungado pela Igreja. O Papa Gregório 9º escreveu uma carta a Henrique 2º, filho de Henrique 1º e da Duquesa Edwiges, nossa querida santa. A carta era de 25 de Maio de 1238 e exigia que o novo Duque mudasse de atitude em relação à Igreja, reparando os danos causados pelo seu pai. Aos poucos a situação foi-se transformando e houve um entendimento de ambos os lados.

A Polônia e a região da Silésia, terra de Edwiges, teve de enfrentar um novo e sério problema. Em Janeiro de 1241, depois de dominar Kiev, os primeiros invasões mongóis entraram naquelas terras. Com isto os domínios de Henrique 2º estarão em perigo. Quando ele estava pronto para enfrentar os invasores em uma sangrenta batalha sua mãe, Edwiges, insiste que ele espere o exército de Waclaw. Henrique respondeu: “Querida Senhora Minha Mãe, não posso mais demorar pois estou ouvindo cada dia mais desesperados gemidos do pobre povo. Tenho que lutar e expor minha vida até à morte pela fé cristã”. De fato, Henrique 2º, filho de Edwiges da Silésia, morreu no campo de batalha em nove de Abril de 1241.

Compartilhe e evangelize:

QR Code Business Card
Blowjob