Liturgia diária
Evangelho: Nossa Senhora de Guadalupe . Festa
Santo: Nossa Senhora de Guadalupe – Padroeira de toda a América

Para refletir: ”Meus caros jovens, eu vos amo de todo coração, basta-me saber que sois jovens para que vos ame profundamente”. Dom Bosco
Jornal
Galeria de Fotos
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
  • Uma foto no Flickr
Palavra do reitor › 03/08/2012

Agosto das Vocações, do Saber Lutar

Queridos e queridas dos meios de comunicação do Santuário Santa Edwiges!

Estamos no mês de agosto, e é neste mês que o nosso olhar precisa se voltar para as vocações, em nossa atitude de chamados, de convocados para a realização do Reino de Deus. Como Cristãos, temos que corresponder em todas as horas, fazendo com que o rosto do Cristo se torne presente e atuante, seja pela ação, presença e testemunho em nossa sociedade.

Saber lutar! Eis uma ação, uma atitude que nos inspira Santa Edwiges no tema de nossa novena do mês de agosto. Diz o provérbio: “cada opção tem sua decepção”, eis uma boa bússola para dar um rumo na vida e nas nossas atitudes cristãs. Optar é um gesto, uma atitude de grandeza… Não significa ser tolo ou sado-masoquista, apresenta-se nesta opção a maturidade de saber fazer escolhas, julgamento e encaminhamento de uma vida para a sua realização com grandeza e sobriedade, com a paz de saber que nem tudo é para todos e cada um deve realizar bem a sua parte.

Em um tempo que se apresenta com tantas formas de violência, optar parece deixar de ser feliz ou deixar de ter prazer. Ao contrário, optar, faz parte da construção de alicerces da vida, poderá ter as opções com base a princípios de vida, de valores, com vontade e desejo de construção de uma nova sociedade. No empenho de deixar a sua marca pela eficiência, pela ética, pela vida, há uma gama grande de espaços para ser e fazer acontecer o bem e o bom para uma humanidade mais ampla de amor e vida plena para todos.

Que o mês de agosto nos inspire em Santa Edwiges, para que possamos onde quer que estejamos sermos sinais, luzeiros de esperança, de novidade e de harmonia que conjuga, mesmo em meio a todas as circunstâncias mais diversas, a presença solidária, a presença amiga de um projeto de vida, não para os outros, mas para a minha pessoa, para a vida que eu a vivo. Que este mês possa ser um tempo de olhar para a vida, e na juventude olhar para a vida matrimonial, vida religiosa e sacerdotal não como vida para os outros, e sim como uma vida para mim, e já em uma vocação, na renovação de meus votos de amor, fidelidade, dedicação, de ser plenitude na minha escolha e no meu testemunho.

Que Deus os abençoe neste mês e rezemos por todos os que contribuem para o Reino de Deus e sua Justiça.

Com muita estima e carinho

Pe Paulo Siebeneichler –OSJ

Pároco Reitor da Paróquia Santuário Santa Edwiges

Compartilhe e evangelize: